:: RACHAMANIA | ARRANCADAMANIA ::

Regulamento (não) unificado!

Chegou perto, mas não foi dessa vez que o regulamento das principais praças de Arrancada do país foi unificado.

A unificação é um assunto discutido e pleiteado a pelo menos 2 décadas na Arrancada, com intuito de permitir que os carros andem na mesma categoria em qualquer pista, de padronizar as vistorias, entre outras coisas.

Ao que tudo indica, as pessoas responsáveis por conceber essas mudanças sob supervisão da CBA, se falaram pouco e se entenderam menos ainda. Com o tempo passando e a temporada 2020 batendo na porta, o pessoal do Race Valley acelerou o processo e divulgou o regulamento cerca de 30 dias antes da sua primeira etapa, que inclusive recebemos e publicamos aqui no site.

Assim que foi divulgado, uma enxurrada de questionamentos, reclamações e negativas de participação na temporada pipocaram nas redes sociais, por conta da falta de concesso entre pilotos, organizadores e pela falta de condução da CBA.

Para evitar (mais) stress e fadiga, após um debate ao vivo no programa Fora das Pistas do Jacson Locutor com a participação de Henrique Porte – Race Valley Motorsports e Adalberto Monteiro – CBA, optaram por voltar atrás e manter o regulamento de cada pista da temporada 2019 para temporada 2020.

De fato, é inadmissível que algo esperado a tanto tempo, que envolve e afeta diretamente tantas pessoas, seja feito a toque de caixa e divulgado na véspera do início dos campeonatos.

A CBA deve ter uma participação mais ativa na condução dessa unificação, envolvendo todas as pessoas interessadas.

Junto com a unificação do regulamento, que mais uma vez foi adiada, é preciso pensar também na manutenção dele.

Defendemos que, após homologado, os itens técnicos do regulamento devem permanecer congelados por no mínimo 2 temporadas. Somente alterações por questões de seguranças devem ser permitidas.

Importante também que futuras modificações de caráter técnico, bem como a criação de novas categorias, sejam discutidas ao longo da temporada, no período em que está congelado, e tudo deve estar homologado e divulgado no mínimo 6 meses antes do início da temporada.

Fica nossa torcida de que ao final do primeiro semestre 2020, o regulamento unificado para 2021 esteja de fato pronto, homologado e divulgado para todos.

Armando Bessado

Comente essa matéria

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *